Novo Centro de Memória: prefeito Denis Andia recebe da Romi placa da Praça 9 de Julho

0
115

O prefeito de Santa Bárbara d’Oeste, Denis Andia, recebeu nesta semana a doação de uma placa da “Praça 9 de Julho” – localizada em frente ao Novo Centro de Memória, que tem suas obras em andamento. A doação partiu das Indústrias Romi, que na década de 1930 fabricou duas placas de bronze para a Praça. Uma delas foi utilizada quando a Praça foi denominada e outra guardada pela empresa.

Na terça-feira (10), o CEO das Indústrias Romi, Luiz Cassiano Rando Rosolen, esteve no Gabinete do Prefeito para a entrega da placa, que será exposta no Novo Centro de Memória, valorizando e resgatando a história barbarense. A visita contou também com a presença do secretário de Cultura e Turismo, Evandro Felix, do CFO das Indústrias Romi, Fábio Taiar, do gerente de relações institucionais e governamentais da empresa, Rogério Bosco, do superintendente da Fundação Romi, Vainer Penatti, e da historiadora do CEDOC (Centro de Documentação Histórica) da Fundação Romi, Sandra Edilene de Souza Barboza.

“As Indústrias Romi fizeram um levantamento de diversos materiais e equipamentos antigos, encontrando a segunda placa forjada naquele período, na década de 30. É uma placa patrimoniada e as Indústrias Romi, sabendo de todo o nosso trabalho para a obra do Novo Centro de Memória, fez a doação. Agradecemos, primeiramente pela preservação da nossa história, e também pelo carinho e pela confiança que eles têm em nosso trabalho, algo ressaltado pelos representantes da empresa. É gostoso saber que uma ação nossa, feita com todo o amor e carinho, gerou uma nova ação, também com muito amor e carinho, resgatando e valorizando a nossa cultura”, comentou o prefeito Denis Andia.

Obras avançam e mais uma região é transformada em S.Bárbara!

A construção do Novo Centro de Memória de Santa Bárbara d’Oeste avança, com serviços na parte interna do prédio da antiga Biblioteca Municipal e na parte externa, em trecho da Rua João Lino, em frente ao Museu da Imigração.

O trecho da Rua João Lino, entre as ruas Santa Bárbara e Dona Margarida, recebe novo piso intertravado, com elevação do solo ao nível das calçadas e posterior implantação do sistema “traffic calming”, permitindo a interligação entre os dois equipamentos de cultura (Centro de Memória e Museu da Imigração), mantendo o fluxo de veículos habitual.

No prédio, os serviços realizados resgatarão todas as características da fachada original, datada de 1940. O Novo Centro de Memória será moderno e equipado para abrigar adequadamente os incontáveis documentos de seu acervo, com espaço para pesquisa e ala para acolher eventos de pequeno porte, como saraus, exposições e mostras artísticas. Na recepção será implantado o Centro de Atenção ao Turista e, no anexo ao fundo do edifício, a Casa do Artesão.

As obras são realizadas em parceria entre a Prefeitura e a iniciativa privada, sem custos para os cofres públicos.