Policia

R$ 2 milhões em casa: delegada ligada a bicheiro e Lessa ostentava luxo

0

Com quase 2 milhões de reais guardados em casa, a delegada Adriana Belém foi presa por ordem da Justiça fluminense nesta terça-feira, 10. Ela é acusada de liberar máquinas caça-níqueis do bicheiro Rogério de Andrade, sobrinho do mais famoso banqueiro do jogo do bicho do Rio de Janeiro, Castor de Andrade. O Ministério Público estadual deflagrou a operação Calígula, que também teve como alvo o PM reformado Ronnie Lessa, preso pelo assassinato da vereadora Marielle Franco e de seu motorista Anderson Gomes. Belém foi titular durante anos da 16ª DP (Barra da Tijuca), na Zona Oeste carioca.

“O gigantesco valor em espécie arrecadado na posse da acusada, que é delegada de polícia do Estado do Rio de Janeiro, aliado aos gravíssimos fatos ventilados na presente ação penal, mostra sérios e sólidos indicativos de que a ré apresenta um grau exacerbado de comprometimento com a organização criminosa e/ou com a prática de atividade corruptiva (capaz de gerar vantagens que correspondem a cifras milionárias)”, escreveu o juiz Bruno Monteiro Rulière, da 1ª Vara Criminal Especializada do Tribunal de Justiça do Rio.

De acordo com Ministério Público, Adriana Belém foi cooptada pelo delegado Marcos Cipriano e por Ronnie Lessa. Conselheiro da Agência Reguladora de Energia e Saneamento Básico do Estado do Rio de Janeiro (Agenersa), Cipriano foi preso na ação desta terça-feira. Ativa nas redes sociais, Belém gosta de ostentar luxo e a relação com o ex-jogador de futebol Adriano Imperador, ídolo do Flamengo e da Inter de Milão. Em fevereiro, ela postou no Instagram a compra de um Jeep Compass, avaliado em quase 200.000 reais, para dar de presente para o filho que completou 18 anos. Os quase 2 milhões de reais em espécie apreendidos estavam em sacos de grifes famosas e dentro de uma mala de viagem em um closet. Surpresos com o valor, os promotores tiveram que recorrer a máquinas de contar cédulas.

sbnews

Detido com drogas, Dado Dolabella furou bloqueio policial em Goiás

Previous article

Vereadores aprovam projeto que altera Código Tributário Municipal

Next article

You may also like

Comments

Comments are closed.